VARIEDADES

Cisne tem três estreias: Cromossomo 21, A estrela de Belém e Jogos Mortais


  • Por
  • 30/11/2017 - 09h47
Cromossomo 21 tem como diretor o são-luizense Alex Duarte

Na quinta, 30, o Cisne em três estreias, o romance do são-luizense Alex Duarte, a animação A estrela de Belém e o terror Jogos Mosrtais. 
Alex Duarte dirige o filme Cromossomo 21. Na terça, 28, a tia de Alex, Dagmar Rangel e a mãe Cleni Pires, estiveram na redação de A Tribuna para divulgar o filme. Cromossomo 21 já venceu vários prêmios entre eles no Festival Internacional FICC. Como melhor filme eleito pelo voto popular, melhor atriz(Adriele Pelentir) e melhor filme socioambiental com reconhecimento da ONU/ Nações Unidas.
Cromossomo 21 (romance): Vitória (Adriele Lopes Pelentir) é uma moça com Síndrome de Down que leva a vida como qualquer jovem da sua idade. Entre as aulas de natação, piano e a faculdade, ela conhece Afonso (Luís Fernando Irgang) e a paixão é instantânea. Agora, os dois vão iniciar uma história de amor que nenhuma diferença conseguirá abalar.
A estrela de Belém(animação): Bo é um jovem asno que está cansado de ficar aprisionado em um estábulo, onde sempre anda em círculos para fazer com que o moinho funcione. Incentivado pelo pássaro Davi, seu melhor amigo, ele consegue escapar e, na fuga, se esconde em meio a uma festa de casamento. Ao término do evento, ele é encontrado pela recém-casada Maria, que carrega no ventre aquele que será conhecido como o filho de Deus.
Jogos mortais (Terror): Depois de uma série de assassinatos, todas as pistas estão sendo levadas a John Kramer (Tobin Bell), o assassino mais conhecido como Jigsaw. À medida que a investigação avança, os policiais se encontram perseguindo o fantasma de um homem morto há mais de uma década.

PUBLICIDADE
`).insertAfter(ps.get(i - 2)); }