POLICIAL

Responsável por morte no bairro Hortência se apresenta na Delegacia de Polícia


  • Por
  • 18/01/2019 - 17h33

O autor da morte de Luiz Fernando de Freitas Lemos, no bairro Hortência, se apresentou na semana passada acompanhado de um defensor público, na Delegacia de Polícia, para prestar esclarecimentos. Em seu depoimento confessou a autoria do crime e apresentou a adaga utilizada.
No entanto, alegou legítima defesa após ser agredido numa discussão.
O homem também negou que o crime teria sido em decorrência de uma vingança, já que a vítima era genro e sobrinho da sua ex-companheira. Em seu depoimento deu uma versão diferente da família da vítima que disse que Luiz Fernando foi morto quando tentava defender a mulher agredida pelo autor do crime.

O FATO
O homicídio ocorreu no dia 6 de janeiro, por volta das 3 horas, em um baile, na rua do Arvoredo, nas proximidades da Escola Municipal Margarida Pardelhas. Conforme a mulher que teria sido agredida pelo autor do crime, ela estava com sua filha e o genro num bailão quando visualizou fora do estabelecimento seu ex-companheiro dentro de um veículo Golf, de cor preta. Ela disse que foi até o automóvel acompanhada de Luiz Fernando.
O condutor teria falado para ela entrar no veículo. A comunicante contou que tentou fechar a porta do motorista e o ex-companheiro saiu pela porta do caroneiro com uma adaga na mão.
Em seguida agrediu e desferiu golpes na vítima que ficou ferida no abdômen e na cabeça. Luiz Fernando foi conduzido ao Hospital Santo Ângelo e ficou internado na UTI. No entanto não resistiu aos ferimentos e morreu, por volta das 18h40min.

 

PUBLICIDADE
').insertAfter(ps.get(i - 2)); }