POLICIAL

Delegado diz que não tem previsão de data do resultado dos exames da adolescente assassinada


  • Por
  • 05/04/2019 - 13h11

O delegado Gustavo Arais informou que não há previsão de quando estará pronto o resultado dos exames de necropsia do corpo de Maria Eduarda Zambom, de 15 anos, assim como da perícia dos pertences da adolescente e do suspeito, Pedro Zimmermann, de 52 anos.
Arais não faz ideia do tempo necessário para que a perícia esteja concluída principalmente em relação ao aparelho celular de Maria Eduarda e os demais pertencentes coletados pela polícia para desvendar o crime que chocou a comunidade regional. No entanto acredita que o exame de necropsia, que vai verificar se teve ou não conjunção carnal (configurando o crime de estupro) deverá ser concluído de forma mais rápida do que em relação à perícia dos demais materiais que é mais complexa. “Esse é o caso do aparelho celular que a Justiça autorizou a liberação dos dados para investigação do crime.”
A jovem que estava desaparecida desde a sexta-feira, 29, quando saiu de casa para ir à escola em Catuípe. O corpo foi encontrado amarrado em uma árvore na localidade de Santa Teresa. A vítima tinha um corte no pescoço e estava nua com sinais de violência sexual.
Já o suspeito, no dia do crime, com um corte no pescoço pediu socorro e foi levado para o Hospital de Caridade de Ijuí onde passou por cirurgia e está sob custódia. O delegado Gustavo Arrais pediu a prisão temporária do suspeito que conforme depoimentos de testemunhas teria buscado a estudante em seu veículo particular ao invés do transporte escolar.
O Corsa do motorista havia sido encontrado próximo onde estava o corpo da adolescente. No veículo estava a mochila da jovem e R$ 300 em dinheiro. O automóvel foi submetido a perícia papiloscópica e também teve a coleta de material genético.

PUBLICIDADE
').insertAfter(ps.get(i - 2)); }