POLICIAL

Brigada Militar não terá patrulhamento específico de segurança nos bairros como em edições anteriores


  • Por
  • 06/01/2018 - 11h45
Tenente Sandro Retzlaff (Banco de Dados/AT)

Assim como no verão passado, a edição deste ano do projeto “Férias Tranquilas” não terá patrulhamento específico de segurança em bairros, onde possa ter residências vazias pela ausência dos proprietários que foram veranear para o litoral, balneários e acampamentos.
A informação é do comandante do patrulhamento urbano em Santo Ângelo, tenente Sandro Retzlaff.
De acordo com o tenente, a medida acontece pelo baixo efetivo de policiais, principalmente porque muitos quadros foram para a reserva.
“Nós continuamos fazendo o patrulhamento tradicional de segurança em diferentes pontos da cidade, mas nada específico como em anos anteriores. Apesar disso, seguimos repassando orientações para as pessoas que estão fazendo contato conosco. É importante que as famílias que forem viajar de férias estejam atentas para evitar a ação dos meliantes”, observa.

RECOMENDAÇÕES
DA BM
O tenente Sandro Retzlaff explica que os proprietários devem deixar alguém para cuidar da residência e evitar sinais que podem indicar aos criminosos que a casa está vazia.
“Um dos cuidados é evitar o acúmulo de jornais e correspondências no pátio ou na caixa de correio. Outro alerta é em relação ao corte da grama. Se possível é importante o proprietário deixar alguém para fazer esse serviço de manutenção. Também é preciso evitar luzes externas ligadas durante o dia”, salienta.
O comandante do patrulhamento destaca a importância de os proprietários fazerem contatos com os vizinhos.
“Sempre que algum vizinho verificar pessoas estranhas nas proximidades em atitudes suspeitas poderá ligar para o 190 que uma guarnição da Brigada Militar se deslocará até o local para verificar a situação. Além disso, poderá mandar mensagens, áudios e imagens pelo WhatsApp através do número 9919-0190”, diz.

PUBLICIDADE
`).insertAfter(ps.get(i - 2)); }