GERAL

Vacinação contra a gripe vai ocorrer de 23 de abril a 1º de junho


  • Por
  • 12/04/2018 - 11h27
Meta da Secretaria Estadual de Saúde é vacinar 90% dos incluídos nos grupos prioritários (Banco de dados/AT)

Será iniciada no dia 23 deste mês a campanha nacional de vacinação contra a gripe. A campanha iria iniciar no dia 16 deste mês e foi adiada devido ao atraso na chegada das doses. Agora vai ocorrer entre 23 de abril e 1º de junho. O Ministério da Saúde também definiu que o Dia Nacional de Mobilização será em 12 de maio.
O atraso teria sido causado pela necessidade da atualização das doses para combater o vírus que circulou com força no inverno do Hemisfério Norte. A chefe do Núcleo de Vigilância de Doenças Transmissíveis da Secretaria Estadual de Saúde, Tani Maria Muratore, reforça que a validade da vacina contra a gripe é pequena, mas, de qualquer maneira, a composição não é a mesma do ano passado. Dois vírus mudaram. Nos Estados Unidos e na Europa, o último inverno foi muito rigoroso, e percebeu-se que a vacina não estava protegendo. Assim, no Brasil a vacina já vai estar atualizada em relação ao vírus que circulou no Hemisfério Norte, e esse é um dos motivos do atraso da vacina.

GRUPOS PRIORITÁRIOS
São 3,6 milhões de gaúchos incluídos nos grupos prioritários, mas a meta da Secretaria Estadual da Saúde é vacinar 90% deste total, o que corresponde a 3,2 milhões de pessoas. Entre os grupos que podem se vacinar na rede pública, estão crianças a partir de seis meses, idosos, gestantes, puérperas, pessoas com doenças crônicas e trabalhadores da área da saúde. Os professores, tanto da rede pública quanto da rede privada, serão novamente incluídos nos grupos prioritários.
São necessárias cerca de duas semanas para que a pessoa esteja imunizada depois que a vacina foi aplicada. Todos os postos de saúde receberão doses para a imunização contra a gripe.

PUBLICIDADE
').insertAfter(ps.get(i - 2)); }