GERAL

Leite e derivados têm alta mensal de 16% para junho


  • Por
  • 11/07/2018 - 16h55
A subida foi influenciada principalmente pelo aumento do preço do leite, de 22% mensal, com custo de R$ 3,16 em maio indo para R$ 3,85 em junho (Banco de dados/AT)

Os dados da pesquisa do Custo da Cesta Básica no município de Santo Ângelo, realizada mensalmente pelo curso de Ciências Contábeis da URI Santo Ângelo nos principais mercados da cidade, apresentou alta de 16% no grupo do leite e derivados, de maio para junho deste ano. A subida foi influenciada principalmente pelo aumento do preço do leite, de 22% mensal, com custo de R$ 3,16 em maio indo para R$ 3,85 em junho. O queijo muçarela e o iogurte com sabores, componentes do grupo, também obtiveram alta, de aproximadamente 1% e 2%, respectivamente, destacando-se o queijo, que já vem tendo alta em três meses consecutivos.

Como principal queda mensal nos preços, fica apontado o tomate, com 60,9% de baixa, o qual custava R$ 6,92 em maio e no mês de junho, baixou para R$ 2,71 em média, queda de R$ 4,21. Logo após o tomate, encontram-se como principais quedas mensais a batata inglesa (49%) e a cebola (39,75%). Baixas que foram agradecidas pelos consumidores locais, depois dos preços altíssimos dos hortifrutigranjeiros durante a greve dos caminhoneiros.

Em relação aos grupos de produtos, o que apresentou maior queda foi mesmo o dos hortifrutigranjeiros, com 35,8% a menos em relação a maio. O grupo teve participação total na cesta de 5,65%, totalizando R$ 42,40 no valor final. O grupo das carnes e derivados teve alta mensal de 4,95% o que já causou um impacto considerável no valor final da cesta, visto que o grupo deteve participação de 21,77% no total, sendo o seu custo acrescido de R$ 155,77 em maio para R$ 163,47 em junho.

Baseado na pesquisa realizada, a cesta básica do município, composta por 51 produtos, fechou o mês custando R$ 750,84, representando assim uma baixa mensal de 2,21%. Esta pequena queda, representa apenas  os preços retornando aos seus valores normais deste ano, visto que o mês passado teve grande alta, em relação a todos os anteriores.

A pesquisa do Custo da Cesta Básica é realizada pelas professoras Lucélia Ivonete Juliani e Neusa Maria da Costa Gonçalves Salla e o aluno bolsista Gabriel da Rosa Lütchemeyer. Assim, a cesta básica de junho ainda apresentou alta em relação aos meses passados, conforme box abaixo:

Janeiro – R$ 746,67

Fevereiro – R$ 753,29

Março – R$ 742,61

Abril – R$ 744,17

Maio – 767,85

Junho – 750,84

PUBLICIDADE
').insertAfter(ps.get(i - 2)); }