GERAL

Frente Parlamentar presidida pelo Capitão Macedo quer expandir escolas militares


  • Por
  • 30/03/2019 - 10h56
Macedo: “ A nossa proposta é ampliar o funcionamento de mais escolas militares pelo Estado. Dos 497 municípios, em apenas sete encontramos este tipo de estabelecimento de ensino” (Michael Paz)

A expansão dos colégios militares no Rio Grande do Sul pode ser uma ferramenta decisiva na melhoria do ensino. Esse é o pensamento do deputado estadual santo-angelense Capitão Aparecido Macedo (PSL).
Macedo assumiu a presidência da Frente Parlamentar para a Expansão dos Colégios Militares no RS. Segundo ele, o Colégio Tiradentes da Brigada Militar, é uma referência no ensino público estadual, “tendo como principal missão promover a formação integral de jovens através da disciplina, hierarquia, ensino qualificado e do incentivo ao esporte”.

ATUAÇÃO DA
ESCOLA
MILITAR
O deputado ainda frisa que “a escola militar estimula a pesquisa, a reflexão, a compreensão, a prática esportiva, a valorização da família, o amor à pátria, o culto e suas tradições, mantendo as mentes ocupadas e proporcionando a excelência no ensino”.
Outro dado apresentado pelo parlamentar destaca que as unidades do Colégio Tiradentes tem sido destaque no ensino gaúcho ocupando os primeiros lugares no IDEB e os alunos se destacam também nos primeiros lugares no Enem, sendo igualmente destaque regional nas olimpíadas de matemática.
É também o colégio que mais impulsiona à atividade física, estimulando a pratica do ensino e tirando qualquer possibilidade dos jovens pensarem em drogas.
“Estas são as razões pelas quais apresentei a proposta de criação da Frente Parlamentar pela Expansão dos Colégios Militares no Rio Grande do Sul. Atualmente, são apenas sete escolas militares em atividade no Estado, trabalho pela ampliação em nome da qualidade do ensino e com o compromisso de tornar as vidas dos gaúchos melhores”, observa.
A Frente Parlamentar foi instalada a partir de proposição do deputado Capitão Macedo (PSL), na tarde desta segunda-feira,25, em cerimônia no salão Júlio de Castilhos, a Frente Parlamentar em Defesa da Expansão das Escolas Militares.
Macedo afirma que “sem afobação e com muito planejamento”, é preciso construir situações que viabilizem esta ampliação, em especial nas áreas de fronteira.
“Alunos percorrem mais de 200 quilômetros para estudarem, por exemplo, em Santo Ângelo, onde funciona uma unidade, gerando enorme angústia, além de despesas. Desde já, conto com o apoio de todos os segmentos voltados à área do ensino no Estado”, conclamou o Capitão Macedo.

PUBLICIDADE
').insertAfter(ps.get(i - 2)); }