GERAL

Contribuintes reclamam do excessivo aumento na taxa de lixo


  • Por
  • 10/03/2018 - 15h22
Paula Kroth/AT

Os contribuintes santo-angelenses que vão até o chamado Espaço Cidadão da Prefeitura Municipal retirar os extratos para o pagamento do IPTU e da taxa do lixo estão reclamando dos valores.
Acontece que a primeira parcela e a parcela única do IPTU e da taxa venceriam neste sábado, 10. Entretanto, devido o fato que a postagem dos carnês atrasou, o prazo foi prorrogado para 10 de abril. Entretanto, para quem pagar parcelado vencerão as duas primeiras parcelas em abril. Além da taxa de lixo, agora pomposamente chamada de Taxa de Manejo de Resíduos Sólidos Urbanos e Rurais.
Diante disso, muitos contribuintes estão indo ao Espaço Cidadão, localizado na Antunes Ribas em frente a Câmara de Vereadores, retirar o extrato para o pagamento da primeira parcela do IPTU e da taxa de lixo, evitando o acumulo de parcelas no mês posterior. Mas o valores assustam. O IPTU teve apenas a reposição do indexador, porém, a taxa de lixo teve uma suba astronômica aprovada em setembro do ano passado.
Além disso, a taxa de lixo que era paga em dez parcelas agora deverá ser quitada em apenas quatro prestações: março, junho, setembro e dezembro. Sem contar o aumento também expressivo do alvará de localização e a criação do alvará sanitário para os estabelecimentos comerciais.

QUEIXAS
Nesta sexta-feira, 9, a reportagem de A Tribuna foi até setor do PTU para ouvir os contribuintes que estavam retirando o boleto para o pagamento. Um morador do bairro Dido, que preferiu não se identificar, relatou que a taxa de lixo deste ano deu quase o valor total do IPTU no ano passado. “Pra mim vai dar mais de R$ 100,00 de aumento”, afirma.
Já Hamilton Cesar Rosa Guedes diz que tem vários imóveis em Santo Ângelo, na avenida Rio Grande do Sul e no bairro Alcebíades. “No ano passado paguei R$ 2.190,00 em todos os meus imóveis. Este ano deu R$ 6,3 mil. A taxa de lixo ficou três vezes mais cara. No ano passado paguei R$ 110,00 agora são quatro parcelas de R$ 77,00 dá num total R$ 308,00 só de taxa de lixo”, reclama.
Já um morador próximo da Rodoviária afirma que o IPTU não aumentou. “O que aumentou mesmo foi a taxa de lixo, em 100%. O ano passado era R$ 100,00 e esse ano R$ 200,00. Não tem nada que aumentou 100%, só isso aqui”, observa.
Outro morador, do bairro Missões, que é isento de IPTU e paga somente a taxa de lixo, ao ser questionado sobre o aumento, olhou o valor no boleto e exclamou. “Mas tá salgado, que barbaridade! Ano passado eu paguei R$110,00 e nesse ano está em R$ 212,00. Eles não estão colaborando com a gente que ganha um salariozinho”.
Um cidadão que reside no do bairro Kurtz também afirmou que o aumento é de mais de R$ 400,00 tanto na taxa dele quanto na do filho. “Meu filho ano passado não pagava nem R$ 500,00 nesse ano ele vai pagar R$ 980,00”.

PUBLICIDADE
').insertAfter(ps.get(i - 2)); }