BOLETIM DA 14ª CRE

E.T.E. Pres. Getúlio Vargas classificada para etapa nacional da V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente


  • Por
  • 15/05/2018 - 09h39

A Escola Técnica Estadual Presidente Getúlio Vargas de Santo Ângelo com o projeto “O rio que eu quero”, representará a 14ª Coordenadoria Regional de Educação na ETAPA NACIONAL DA V CONFERÊNCIA NACIONAL INFANTOJUVENIL PELO MEIO AMBIENTE. O projeto foi apresentado pelo delegado titular, o aluno Samuel Maciel dos Santos na Conferência Estadual que aconteceu nos dias 08 e 09 de maio de 2018, em Porto Alegre, onde obteve sucesso na classificação. A Coordenadora Regional de Educação, professora Enida Teresinha Lange Sallet parabeniza todos os envolvidos que trabalham em busca da qualidade de ensino, desenvolvendo projetos que estimulam o processo de aprendizagem e promoção dos nossos alunos. Segundo, a Assessora da Educação Ambiental, na 14ª CRE, Ivana Teixeira, a V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente tem como objetivo fortalecer a educação ambiental nos sistemas de ensino, propiciando atitude responsável e comprometida da comunidade escolar com as questões socioambientais locais e globais com ênfase na participação social e nos processos de melhoria da relação ensino-aprendizagem, em uma visão de educação para a diversidade, inclusiva e integral. A Conferência Nacional é o encontro nacional das delegações estaduais para realização de oficinas, atividades culturais e diálogos sobre o tema “Água”, a partir dos projetos de ação selecionados nas etapas Estaduais. Serão aproximadamente 460 delegados e delegadas, entre 11 e 14 anos, de todo país, que já debateram o tema em suas escolas e nas Conferências Estaduais. Na Conferência Nacional, esses jovens irão aprofundar a temática, socializar os projetos, participar de oficinas. A V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente acontecerá de 15 a 19 de junho de 2018, em Brasília.

SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO BUSCA RECURSOS EM BRASÍLIA PARA ESCOLAS ESTADUAIS
O secretário Estadual de Educação, Ronald Krummenauer, reuniu-se em Brasília, na terça-feira (8), com o ministro da Educação, Rossieli Soares, e com o ministro chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. Na pauta, o desenvolvimento do Referencial Curricular Gaúcho, que está sendo feito no Estado, e a liberação de verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para obras na rede de escolas públicas do Rio Grande do Sul. Os recursos, na ordem de R$ 100 milhões, que aguardam questões técnicas para serem liberados, serão utilizados na construção de 200 novas quadras esportivas. Trata-se de uma demanda dos gestores de escolas ouvidos durante o evento “Bate-Papo com os Diretores”, realizado nos meses de março e abril, e que permitiu que os 2,5 mil diretores da rede de ensino conversassem diretamente com o secretário de Educação, em 17 encontros pelo Estado. “Iremos intensificar as reuniões técnicas junto ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação para liberar os recursos já previstos e, também, buscar novos”, adiantou Krummenauer. Ele destaca que, atualmente, no Rio Grande do Sul, estão sendo realizadas 715 obras de ampliação e reforma da rede escolar, com investimento na ordem de R$ 102 milhões.

REFORÇO DE R$ 11 MILHÕES NA MERENDA BENEFICIA 150 MIL ALUNOS
Duzentas e cinquenta escolas do Estado receberão um reforço de R$ 11 milhões na verba anual para a aquisição e qualificação da merenda dos alunos. A verba é do Tesouro do Estado. A ação vai beneficiar diretamente cerca de 150 mil alunos e foi viabilizada após o Bate-Papo com os Diretores, desenvolvido em março e abril pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Inédito no Rio Grande do Sul, o projeto serviu para aproximar a Seduc dos gestores escolares e, ao mesmo tempo, traçar um panorama da rede pública estadual. “Depois das conversas com os diretores, passamos a buscar maneiras de melhorar a questão da alimentação escolar, uma das mais solicitadas no nosso setor. Sabemos que ainda há muito para ser feito, mas esse novo recurso disponibilizado pelo governo vai proporcionar uma grande melhora nessas escolas”, informou a diretora do Departamento de Planejamento (Deplan) da Seduc, Helena Cadore. Diretora-adjunta do Deplan, Neri Barcelos informou ainda que o departamento estuda a possibilidade de nomeação de mais profissionais de Nutrição para as Coordenadorias Regionais de Educação (CREs). “São profissionais que certamente ajudarão no desenvolvimento da alimentação escolar, pois poderão analisar as peculiaridades de cada região”, analisou Neri, que participou das reuniões do Bate-Papo.

PUBLICIDADE
').insertAfter(ps.get(i - 2)); }