50 Tons de Cinza estreia hoje no Cine Cisne


foto: divulgação

 

A adaptação para os cinemas do livro “Cinquenta Tons de Cinza”, que estreia nesta quinta-feira, 12, no Brasil e no Cine Cisne foi avaliada pela mídia especializada americana como um dos poucos casos em que o filme é melhor que o livro, além de ter sido comparado com o longa “9½ Semanas de Amor” (1986). O filme tem sessões às 18h30min e 21h30min no Cisne.

 

A crítica publicada no site da revista “Variety” afirma que o maior problema das adaptações literárias é não conseguir capturar a “voz do autor”. “No caso de ‘Cinquenta Tons de Cinza’, esta característica é a sua grande virtude”, diz o texto.

 


 

O longa é baseado no livro homônimo de E.L. James e retrata a relação da jovem e inocente Anastasia Steele (Dakota Johnson) com o milionário Christian Grey (Jamie Dornan), adepto de práticas sadomasoquistas.

 

Tanto a “Variety”, quanto a “The Hollywood Reporter” compararam as cenas mais picantes com o drama erótico “9½ Semanas de Amor”, com Kim Basinger e Mickey Rourke. “Embora as cenas de sexo explícitos tenham sido atenuadas, este é o primeiro filme de estúdio em anos a olhar diretamente para o sexo. E, ao contrário de filmes como ‘9½’, o longa enxerga o sexo da perspectiva da mulher”, diz a crítica do “THR”.

 

A “Variety” conclui sua crítica abordando a mudança que o personagem Christian Grey sofre. “Ele começa o filme dizendo que exerce o poder sobre todas as coisas”, lembra o texto, para destacar como Grey é modificado por Anastasia Steele. “É um drama que dificilmente poderia sustentar um filme, muito menos três (...) culminando com cenas em câmeras lentas sugerindo que não foi apenas Anastasia que estava usando uma venda durante a montagem do filme”.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar