A mulher que viveu 40 anos no HSA e hoje mora no lar

 

 

 

 

Ela não desgruda do ursinho de pelúcia cor de rosa nem na hora de dormir. É o seu companheiro e com quem talvez desabafa nas horas de crise emocional. Logo que nasceu, Helena de Jesus, teria sido abandonada por sua mãe no Hospital Santo Ângelo (HSA), após suspeitar que a filha teria nascido surda.

 

 

A mãe teria pedido para deixar a menina na maternidade enquanto iria até uma padaria comprar um lanche, mas nunca mais retornou. Depois de viver 40 anos no HSA, foi morar no Lar da Velhice. Na casa, a órfã chora e sorri, vive com muitos irmãos de coração, mas já perdeu as esperanças de um dia conhecer sua verdadeira família.

 

Foto: Oda Kotowski/AT

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar