Tio do adolescente acusado de ter matado o próprio pai nega ameaças

 

 

Em entrevista para a rádio Sepé Tiarajú na manhã de hoje, 24, o irmão de José Luiz de Abreu Siqueira, mais conhecido como “Gaguejo”, vítima de assassinato na noite de terça-feira, 22, afirmou nunca ter feito ameaças contra o sobrinho, autor confesso do crime.

 

O acusado de cometer o crime, é o próprio filho da vítima, um adolescente de 16 anos. Ele foi encaminhado para o Case (Centro de Atendimento Sócio-Educativo) como medida preventiva, pois haviam boatos de que o mesmo estaria sofrendo ameaças por parte do irmão de "Gaguejo".

 

O crime bárbaro aconteceu no bairro Rogowski, na noite de terça-feira,22. Segundo laudo apresentado pela delegada Elaine Maria da Silva, a vítima sofreu 26 ferimentos provocados por facadas. A delegada adianta que a DPCA tem ainda dez dias para conclusão do procedimento policial. O histórico da família do adolescente era de frequentes atos de violência praticados pelo marido contra a esposa, mãe do acusado. “Gajego”, de acordo com levantamento da Polícia, possuía diversos antecedentes criminais.

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar