Mulher suspeita de matar marido se apresenta e assume autoria

A mulher de 33 anos apontada como autora do segundo homicídio do ano em Santo Ângelo, apresentou-se durante a tarde desta quinta-feira, 13, na Delegacia de Polícia (DP).


Ela confessou ser autora dos disparos que mataram o companheiro José Nelci Meirelles, 47 anos, no início da tarde da terça-feira,11, no bairro Pilau. A mulher foi até a Delegacia acompanhada de seu advogado, quando foram ouvidos pelo delegado Rogério Junges e demais policiais do Seção de Investigação.


O delegado titular da DP, Rogério Junges, disse que a suspeita assumiu a autoria dos disparos que mataram José. Ele tinha um histórico de discussão e também de ameaças. Inclusive um registro de violência doméstica foi registrado na Delegacia em dezembro de 2013, informou Rogério.


O delegado e sua equipe de investigadores ainda vão continuar ouvindo pessoas sobre o fato. O inquérito policial ainda segue em andamento, por isso mais detalhes não foram repassados para a reportagem de A Tribuna.


Conforme o titular da DP, a prisão dela não foi pedida até o momento, porque não tem passagens pela policia, tem endereço fixo, combinou se apresentar e não ter sido presa no local do crime, além das ameaças registradas contra o marido.

 

O CRIME
O segundo homicídio do ano, em Santo Ângelo foi registrado por volta das 13 horas da terça-feira, 11, no bairro Pilau. A vitima José Nelci Meirelles, 47 anos, foi morta com dois disparos de arma de fogo, que lhe atingiram as costas e cabeça, quando estava deitado no sofá da sala da casa onde morava com sua companheira e filhos. A arma do crime foi deixada no local. Trata-se de um revolver calibre 38.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar