Dezenove são indiciados em esquema de tele-entrega de drogas

 

Crédito foto: Rogério Sartori/AT

 

Inquérito onde consta o indiciamento de 19 pessoas acusadas de envolvimento com o tráfico de drogas, entre outros crimes, foi remetido à Justiça nesta sexta-feira, 24.
O inquérito, que tem centenas de páginas, é referente a Operação Tentáculos desencadeada pela Polícia Civil no dia 28 de maio, onde foram presas dez pessoas em Santo Ângelo e duas em Santa Maria, além da apreensão de armas, drogas e dinheiro. No decorrer das diligências e escutas telefônicas, mais sete pessoas foram indiciadas pela Polícia Civil.
De acordo com o coordenador da operação e titular da Delegacia de Polícia, Rogério Junges, as pessoas que foram presas traficavam através de um sistema de tele-entrega. O usuário ligava para o traficante e marcava um ponto de entrega, que geralmente era na área central, perto de bancos e locais com movimentação.
Esse é um sistema que difere do tradicional, onde na maioria dos casos o usuário vai até a chamada “boca de fumo” e compra o entorpecente. As investigações apontaram ainda que a maioria das pessoas que compravam a droga por tele-entrega possuem poder aquisitivo mais elevado.
O delegado explica que o resultado é fruto de meses de investigação e de escutas telefônicas autorizadas pela Justiça.
As pessoas indiciadas vão responder por tráfico de drogas, associação ao tráfico e posse ilegal de arma de fogo. As dez pessoas que foram presas em Santo Ângelo são moradores dos bairros Sagrada Família, Ditz, Aliança e no centro.
Os dois outros dois homens tinham saído de Santo Ângelo e se deslocado até Santa Maria, onde foram presos.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar