Mulher baleada morre após treze dias na UTI

 

O corpo de Karmela foi velado na Capela da Funerária Bom Jesus. O sepultamento ocorre nesta sexta-feira, 22, no Cemitério Padre Roque Gonzales

 

A vítima Karmela Nunes, 37 anos, não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo na UTI do Hospital Santo Ângelo após ficar 13 dias internada. Ela foi baleada durante uma discussão. O acusado do crime está preso. O corpo de Karmela foi velado na Capela da Funerária Bom Jesus. O sepultamento ocorre hoje, 22, às 8 horas no Cemitério Padre Roque Gonzales. Karmela, deixa três filhos.


O crime aconteceu no dia 8 de maio na rua Santo Antônio, bairro Braga, quando o acusado e Karmela tiveram uma discussão no interior do veículo Fiat onde se encontravam.


Ela estacionou o carro e tentou fugir, mas o homem saiu atrás armado com um revólver e efetuou tiros contra Karmela, que foi atingida com quatro disparos que acertaram a vítima na cabeça, ombro direito, abdômen e medula. O quarto disparo acertou o punho esquerdo de Karmela.


Na ocasião também um bebê de 1 ano e 11 meses foi atingido no pulmão e sua avó recebeu um tiro de raspão. O bebê (uma menina) e a avó encontram-se em casa e não correm risco de morte. Karmela e o acusado estavam em fase de separação. Ele não aceitava essa situação.


O suspeito já foi indiciado e agora responde por duas tentativas de homicídio, homicídio qualificado por motivo fútil e também por Feminicídio.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar