Polícia aguarda resultado da perícia no vídeo para conclusão do inquérito

 

A Polícia Civil aguarda o resultado de perícia técnica feita no vídeo sobre o caso do brigadiano que teria sido arrastado por um veículo durante uma abordagem feita na avenida Universidade das Missões no dia 31 de março. Com o resultado da perícia, que está sendo feita em Porto Alegre, a Polícia Civil concluirá o inquérito sobre o caso.
O delegado Rogério Junges já ouviu o motorista, o brigadiano, o jovem que filmou com o celular e mais testemunhas, mas segundo ele ainda são necessárias mais provas e também a perícia do vídeo para poder concluir o inquérito indiciando o suspeito e remetendo à Justiça. “Os depoimentos são diferentes, temos duas versões. As imagens são bem escuras e não tem como entender com exatidão o que realmente aconteceu. Por isso precisamos dessa perícia”, frisa o delegado.
Um homem de 41 anos, foi preso após ter sido acusado de arrastar um Brigadiano por mais de 150 metros durante a abordagem. O homem conduzia um Nissan Coupê, com placas de Ijuí, é morador de Santo Ângelo e estava com a CNH casada. Além disso, se negou a fazer o teste do etilômetro.
Ele foi encaminhado
para a Delegacia de Polícia onde foi preso em flagrante e levado ao Presídio Regional. Na mesma semana foi liberado.
A defesa do motorista divulgou uma nota sobre o caso afirmando que foi o policial quem agarrou ao braço do condutor e ele teria ficado com medo e acelerado.

 

Crédito foto: Divulgação

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar