Jovem é morto por brigadiano em bar


 

Um jovem de 21 anos foi morto por um sargento da Bri­gada Militar durante a madrugada do sábado, 18, em um bar de Entre-Iju­ís. O brigadiano teria sido atacado quando estava procurando separar uma briga.

 

A vítima fatal foi iden­tificada como Alex Júnior Pereira Borges, 21 anos, morador de Entre-Ijuís. O nome do sargento não foi divulgado pela Polícia Civil. Na confusão, um jovem de 19 anos foi pre­so sob acusação de esfa­quear outro rapaz, de 26 anos, que foi socorrido e não corre risco de morte.

 

Conforme a delega­da plantonista Luciana Cunha da Silva, baseado no relato das testemu­nhas e dos suspeitos, o crime aconteceu por vol­ta das 5h30min, quando o sargento da Brigada Mili­tara, que está de licença da instituição, estava no bar onde teria aconteci­do uma briga envolvendo pelo menos cinco jovens.

 

Quatro rapazes es­tariam agredindo outro jovem. O sargento teria tentado separar a briga. Nesse momento, Alex te­ria investido contra o po­licial militar usando uma faca. O brigadiano sacou o revólver calibre 38 e efetuou o disparo que matou Alex na hora.

 

Na sequência ocorreu a agressão com golpe de faca entre outros dois ra­pazes. O agressor, de 19 anos, foi preso por ten­tativa de homicídio e en­caminhado ao Presídio. A Polícia Civil trabalha com a informação que já exis­tia uma rixa antiga entre os envolvidos.

 

O sargento disse que atirou para se defender e entregou o revólver cali­bre 38. A arma é proprie­dade pessoal do brigadia­no e não da corporação. Ele foi ouvido e liberado. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar o crime.

 

SINDICÂNCIA

 

O capitão Cristiano Brilhante, comandante dos 1º e 2º esquadrões de policiamento da BM, concedeu entrevista ao programa Aldeia Global da Rádio Sepé Tiaraju na manhã de ontem quando afirmou que o sargento envolvido no crime está de licença.

 

Contou que recebeu a informação da ação em legítima defesa do briga­diano e disse ainda que será aberta uma sindicân­cia interna para apurar as circunstâncias do crime. Ele não revelou o nome do sargento.

 

Foto:Banco de Dados/AT

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar