Operação Piracema registra grande número de apreensões

 

 

A ação de combate à pesca predatória já está sendo executada pela Polícia Ambiental e chama a atenção devido ao grande número de pessoas autuadas e de pescados apreendidos no mês de setembro.

 

Segundo o comandante do 2º Pelotão Ambiental de Santo Ângelo, Tenente Luis Carlos Goularte Moura, o pelotão já começou a operação nesse mês e se estende até fevereiro de 2015, período em que os peixes nadam contra a correnteza para se reproduzir.

 

Foram visitados 39 acampamentos, apreendidos 400 metros de redes, 50 metros de espinhéis, várias espécies de peixes, como dourado, grumatã, cascudo, entre outros.

 

A Operação Piracema tem como objetivo coibir qualquer a ação do homem para pesca predatória que é considerada proibida. “É importante frisar que a Polícia Ambiental realizará operações nos rios, visando combater a pesca predatória, de forma permanente a fim de retirar de circulação os infratores ambientais”. Qualquer denúncia pode ser feita para o telefone 3312-1046”, destaca o tenente.

 

 

Foto: Pelotão Ambiental/Divulgação

 

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar