Aumento nos casos de violência contra a mulher é de 10 a 15% ao ano

 

 

Dados verificados pela policia dão conta que a cada ano o número de registros vem crescendo em média 10 a 15%. O delegado regional Fernando Sodré acredita que esse aumento deve-se ao fato das mulheres estarem tendo mais coragem em efetuar os registros, por terem amparo na Lei Maria da Penha, que foi criada no ano de 2006.

 

Durante esta semana os policiais que atuarão na Delegacia da Mulher estão realizando curso para prestar serviços no órgão. O curso teve início na segunda-feira, 15, e segue até sexta-feira, 19. Conforma a delegada Luciana Cunha da Silva, que foi uma das instrutoras, este é um curso de aperfeiçoamento para atendimento a mulheres vítimas de violência doméstica.

 

A delegada informou que durante as aulas os policiais vão ter aulas de aperfeiçoamento jurídico, psicológico, ocorrências, funcionamento do Instituto Geral de Pericias, (IGP), área hospitalar e informações do comitê de políticas públicas da mulher. A delegada salienta que o curso também serve para sensibilizar os policiais e aperfeiçoar o atendimento às mulheres. Participam do curso em torno de 30 policiais civis da região.

 

 

 DELEGACIA DA MULHER

 

Para o final de outubro está programado o início das atividades da Delegacia da Mulher em Santo Ângelo. A criação de uma DEAM em Santo Ângelo está publicada no Diário Oficial do Estado de sexta-feira, 12. De acordo com o Delegado Fernando Sodré, temporariamente, a DEAM funcionará junto ao Posto da Mulher, que está localizado ao lado da Delegacia de Pronto de Atendimento, na rua Antunes Ribas, 3653.

 

 

Foto: Rogério Sartori/AT

 

 

 

 

 

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar