Comandante afirma que transferência de soldados não afeta trabalho na região

 

Ao participar da programação da Rádio Sepé Tiaraju, o tenente- coronel Paulo Lima, comandante do Comando Regional de Policiamento Ostensivo – CRPO Missões, disse que a transferência de soldados para Porto Alegre não vai trazer problema para a segurança na região. “No total, são dez soldados que foram remanejados para a região Metropolitana, para apoiar o trabalho na capital”, anunciou.

 

Lima afirmou ainda que não foram somente soldados de Santo Ângelo, mas também de Ijuí e São Luiz Gonzaga que foram deslocados para a região metropolitana. Ele salientou que ao ser deslocado para a capital, o soldado pode manter contato com colegas de outras regiões, num intercâmbio que pode ser importante. “Ao retornar – já que serão trocados os soldados deslocados a cada quinzena – este profissional vai estar ainda melhor preparado para o trabalho”, acredita.

 

O comandante do CRPO, no entanto, ressalta que o comando regional das Missões possui uma situação privilegiada em relação a outras regiões no que se refere ao número de soldados. Garantiu que no caso de Santo Ângelo, por exemplo, o contingente em relação ao ideal de efetivo projetado é de 83%. “Isso faz com que tenhamos a certeza que se pode fazer um bom trabalho, mesmo que o efetivo não esteja completo.”

 

Outra questão que foi levada em conta, conforme o comandante do CRPO Missões, é de não retirar soldados das cidades que apresentam problema de defasagem no efetivo. “Temos sempre procurado realizar um trabalho integrado, ouvindo os comandantes de todas as unidades que pertencem a região do CRPO”, garantiu o tenente-coronel Lima.

 

 

 Foto: Rogério Sartori/AT

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar