Pai que deixou o filho preso às ferragens de um carro se apresentou à Polícia

 

 

 

 

O pai que deixou o filho de 12 anos preso às ferragens de uma Parati, após um acidente na ERS-149, no interior de Faxinal do Soturno, se apresentou à Polícia Civil no início da tarde desta sexta-feira, 8. Segundo Gabriel Zanella, delegado responsável pela investigação, o homem exerceu o seu direito de permanecer em silêncio durante o interrogatório. Ele não respondeu nenhum dos questionamentos feitos e entregou sua defesa por escrito.

 

Após o procedimento, a Polícia Civil de Faxinal do Soturno liberou o homem, já que o pedido de prisão preventiva foi negado pela Justiça na quarta-feira, 6. O prazo para a entrega do inquérito policial é de 30 dias, contados a partir da data do fato. O adolescente segue internado em estado estável no Hospital Universitário de Santa Maria (Husm).

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar