Cinquenta toneladas de lixo eletrônico são recolhidas

Crédito foto: Rogério Sartori/AT

 

Aproximadamente 50 toneladas de lixo eletrônico foram recolhidas durante a manhã do sábado, 15, na praça Leonidas Ribas. Foram necessários seis caminhões para transportar os materiais. Até mesmo uma grande fila de veículos e caminhonetes carregados de produtos se formou no local que teve que contar com o apoio do Departamento Municipal para organizar o trânsito.
A iniciativa foi do Sindilojas Missões e Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), com apoio do 1ª Batalhão de Comunicações (B Com), Lions Tiaraju e Fecomércio.
Foram recolhidos todos os tipos de produtos eletrônicos, como aparelhos de som, ar condicionados, aquecedores, carregadores e celulares,chuveiros, máquinas de lavar roupa, computadores, DVDs, televisores, geladeiras, freezers, impressoras e outros produtos que terão um destino correto e não serão jogados em locais inadequados ocasionando dano ao meio ambiente.
Para o secretário municipal de Meio Ambiente, José Ricardo Ferreira, a campanha para recolhimento de lixo eletrônico foi um sucesso, pois conseguiu conscientizar as pessoas que saíram de suas casas para levar até a praça produtos que não podem ser jogados no lixo normal e nem ser recolhido pela coleta seletiva. Ricardo informou que durante o sábado, foi montado um grande esquema na praça com o auxilio de vários apoiadores. A empresa Natusomos, de Horizontina, certificada para esse tipo de ação, recolheu os produtos.
O secretário informou que a partir de agora as pessoas podem levar produtos velhos ou estragados no local onde compraram, pois a responsabilidade de descartar é das empresas que vendem. Isso vale para computadores, impressoras, lâmpadas, pilhas, celulares, ar condicionados, entre outros.
Ele adianta que poderá acontecer mais uma campanha de coleta no mês de outubro. As pessoas que forem flagradas colocando lixo eletrônico em local inadequado podem receber uma multa que tem como valor mínimo de R$1,6 mil, além de processo. O telefone para denúncia é o 3313-1600.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar