Mais de 560 eleitores tiveram títulos cancelados

Crédito foto: Banco de dados/ AT

 

Um total de 569 eleitores da 45ª Zona, dos quais 533 de Santo Ângelo e 36 de Entre-Ijuís tiveram seu títulos cancelados. Os dados foram divulgados ontem pela chefe do Cartório Eleitoral, Marivani Gonçalves Medeiros. “São pessoas que deixaram de votar nas três eleições e deixaram de apresentar a justificativa até o prazo que se encerrou no dia 4 de maio passado”, justifica Marivani.
A lista dos faltosos foi divulgada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do RS na sexta-feira da semana passada, 22. Ela recorda que antes do encerramento do prazo para regularização da situação perante à Justiça Eleitoral eram 561 na Capital das Missões e 37 no município de Entre-Ijuís.
Para ela, trata-se de um número expressivo de eleitores em situação irregular. Ela alerta que os faltosos estarão impossibilitados de participarem de concurso público, uma vez que não estão quites com a Justiça Eleitoral.
Mesmo assim, esclarece Marivani, os faltosos deverão procurar o Cartório de segundas às sextas-feiras, das 12 às 17 horas, pagarem uma multa de R$ 3,51 por eleição, o que totaliza R$ 10,53, devendo apresentar Carteira de Identidade (RG), título e
comprovante de domicílio eleitoral.
Ao adotarem este procedimento, esses cidadãos voltarão a estar com a condição regularizada junto ao TRE.


RECADASTRAMENTO BIOMÉTRICO
Marivani anuncia que o sistema de recadastramento biométrico continua em vigor para o eleitorado de Entre-Ijuís até o dia 19 de agosto. Ela calcula que pouco mais de sete mil eleitores do município terão que submeter ao processo que teve seu início no dia 18 de maio.
Desde o final de abril deste ano, o Cartório vem desenvolvendo uma campanha conclamando os eleitores santo-angelenses a fazerem o recadastramento. “Como na capital missioneira, o processo é facultivo, ainda não foi estipulado um prazo de encerramento do sistema”, esclarece.
Os documentos para o recadastratamento biométrico são os seguintes: Carteira de Identidade, título e comprovante de residência como conta de água ou luz, exemplifica. Ela observa que desde segunda-feira, 25, vem sendo significativo o movimento de pessoas que procuram o sistema de biometria na sede do Cartório. Diariamente, são prestados uma média de 100 atendimentos.
Marivani adianta que nas eleições municipais de 2016, a votação biométrica será aplicada em Entre-Ijuís, Eugênio de Castro, Vitória das Missões e São Miguel das Missões. Em Santo Ângelo, será adotado um sistema misto.
O eleitor será identificado pela sua digital. “E quem não se submeteu à biometria, o procedimento permanecerá o mesmo das últimas eleições", explica.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar