Turra destaca: Brasil é o maior produtor de alimentos do mundo e está em quarto lugar em exportação


 

O ex-ministro da Agricultura, Francisco Turra, em entrevista ao programa Aldeia Glo­bal explicou detalhes do paínel “O agronegócio brasileiro e sua atuação de forma regionaliza­da” que vai apresentar no Fórum Econômico, Social e do Desenvolvi­mento nas Missões, no dia 4 de maio, no audi­tório Iglenho Burtet, no Parque de Exposições Siegfried Ritter, na 17ª Fenamilho.

 

De acordo com Tur­ra, que é presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), na palestra será discu­tido o cenário atual da economia brasileira e a importância de se de­senvolver a economia do país por meio de pólos regionais. “Quero evi­denciar para a comuni­dade missioneira a força do agronegócio numa região que não tem in­dústria automobilística, mas tem a “flor da ter­ra” disponível para pro­dução de alimentos.

 

Os produtores, no entanto, precisam estar conscien­tes de que a transforma­ção de grãos em proteína animal é uma alternativa que agrega valor ao pro­duto final”, frisou. Ele contou que numa pres­tação de contas que ele fez no final do ano, na associação, demonstrou que se tivesse exporta­ção de grãos para ração o Brasil teria faturado 1,8 bilhão de dólares e com a venda de carne de fran­gos o faturamento foi de 10,5 bilhões de dólares – um número bem supe­rior.

 

PROTEÍNA ANIMAL

 

O presidente da ABPA conta que hoje no Brasil atuam no setor de produ­ção de proteína animal 132 empresas de grande porte como a JBS e BRF (as duas maiores empre­sas de proteína animal do mundo) além outras de pequeno porte. “Para se ter uma ideia apenas a JBS tem 178 empresas no mundo e a BRF adquiriu recentemente unidades na Inglaterra e na China.

 

Turra destacou que o Brasil é o maior produtor de alimentos do mundo, no entanto é o quarto maior exportador, per­dendo apenas para os Estados Unidos (1º lu­gar), Holanda (2º lugar) e Alemanha (3º lugar). “Temos um amplo mer­cado de expansão e a região das Missões com sua vocação agrícola está dentro deste con­texto”, completou.

 

Foto: Banco de Dados

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar