Ex-prefeito Eduardo Loureiro condenado a ressarcir R$73 mil aos cofres da Prefeitura

 

O ex-prefeito de Santo Ângelo, Eduardo Loureiro, foi condenado a ressarcir o município em R$72.551,70, fora juros e correção monetária. A devolução do valor constou de decisão, transitada em julgado, do Tribunal de Contas do Estado. A devolução do valor foi apontada pelo Tribunal de Contas ainda em 2.011, mas somente agora foi oficiada a Prefeitura de Santo Ângelo para a cobrança do referido valor.

 

Esse montante de cerca de 73 mil reais refere-se a um repasse do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente para a Prefeitura de Santo Ângelo e que foi repassada a uma entidade privada considerada ilegal pelo órgão durante a administração do ex-prefeito Loureiro.

 

Agora o Ministério Público do Rio Grande do Sul, através da Promotoria de Justiça da Infância e da Juventude pelo promotor Renato de Moura Tirapele quer a devolução ao erário público determinando ao município a cobrança do valor no sentido de assegurar o ressarcimento do mesmo à Prefeitura de Santo Ângelo.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar