Lançada campanha especial de Páscoa


 

Na manhã desta terça-feira, 31, foi lançada a campanha Páscoa Missioneira atra­vés do Sindilojas Missões, Acisa e Câmara dos Diri­gentes Lojistas (CDL). Os estabelecimentos que integram a campa­nha estarão funcionan­do até às 20 horas desta quarta, 1º, até o dia 11 de abril.

 

As empresas partici­pantes estão identifica­das com cartazes da cam­panha, e cada uma delas organizou uma promoção especial para receber aos consumidores. A ideia central das entidades é valorizar o comércio lo­cal, incentivando as com­pras no município.

 

“Em tempos de cre­dibilidade pública ques­tionável e falta de ex­pectativas quanto ao desenvolvimento eco­nômico, as entidades patronais e representa­tivas dão demonstração do quanto podemos unir para somar. A partir desta primeira campanha, dão alternativas aos seus em­presários e mostram para a população o quanto é importante manter o ci­clo positivo nas engrena­gens da economia local: comprar em Santo Ân­gelo gera riqueza e em­pregos em nossa cidade. Não podemos entender desenvolvimento social, sem desenvolvimento econômico. Juntos vamos manter nossa cidade e população motivada na busca de ciclos virtuo­sos”, destacou o presi­dente da Acisa, Carlos Ely Jr.

 

Para o presidente da CDL, Wilson Pippi Jr, além da economia com os descontos promocionais o consumidor pode con­tar com a qualidade e a credibilidade. “Essa Cam­panha de Páscoa desen­volvida em parceria entre CDL, Acisa e Sindilojas, tem por objetivo dispo­nibilizar aos consumido­res produtos e serviços de qualidade com preços atrativos, possibilitando uma economia por parte de quem consome e ao mesmo tempo movimen­tando a economia do nos­so município”.

 


 

VALORIZAÇÃO DO COMÉRCIO LOCAL

 

O presidente do Sin­dilojas Missões, Gilberto Aiolfi, diz que o horário estendido pode ser in­clusive utilizado por em­presários dos municípios da base do Sindicato Pa­tronal, que abrange 17 municípios, uma vez que a legislação trabalhista prevê a realização de até duas horas extras diárias pelo comércio.

 

Segundo Aiolfi a ex­periência missioneira busca levantar as possi­bilidades de incremento em vendas neste período, mas, também, fortale­cer o comércio, uma vez que cria mecanismos de conscientização para a valorização do comércio local. “Quando você faz uma compra no comércio de sua cidade está garan­tindo a possibilidade de exigir um padrão de qua­lidade adequado. Você sabe onde está a empresa que vendeu, e como fazer para trocar a mercadoria em caso de defeito. Essa é apenas uma das vanta­gens. As demais vão des­de o fortalecimento dos empreendimentos locais, a própria construção do desenvolvimento das ci­dades, uma vez que é da geração de renda e em­prego que virão todos os investimentos no muni­cípio”.

 

O líder patronal vai além: segundo ele, quem cobra ações pelo desen­volvimento do seu mu­nicípio, quer ver a cidade prosperar e gerar mais oportunidades, precisa estar ciente de que tam­bém tem o dever de auxi­liar o empreendedorismo a estar fortalecido.

 

Foto: Bruno Gonçalves/AT

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar