El Niño ganha força com chegada do outono


 

Outono, que começa às 19h45min desta sexta-feira, é uma estação de transição do calor do verão para o frio do inverno. O grande destaque, contudo, estará a milhares de quilômetros do Rio Grande do Sul. No decorrer do outono, conforme a análise da MetSul Meteorologia, o fenômeno El Niño deve se intensificar no oceano Pacífico, na região equatorial. O El Niño influencia o clima em escala mundial e costuma trazer importantes impactos para os gaúchos. 



“No momento, as condições ainda não são de um El Niño clássico, com o aquecimento maior concentrado do Centro para o Oeste do Pacífico Equatorial, mas no decorrer dos próximos meses toda a faixa equatorial do oceano equatorial aquecerá com repercussão significativa no clima do Rio Grande do Sul”, antecipa a meteorologista da MetSul Estael Sias. Segundo ela, o El Niño ainda é fraco e o Pacífico Equatorial possui águas mais frias do que a média perto da América do Sul, fazendo com que a chuva seja irregular no território gaúcho.

 

O outono marca a expectativa pela chegada do frio, mas o começo da estação ainda tem mais características térmicas de verão. “A chegada do outono não significa que o calor fica para trás”, pondera o diretor-geral da MetSul, Eugenio Hackbart. Dias quentes são normais em abril e maio e devem ocorrer em 2015. Neste ano, a MetSul antecipa que a frequência de dias de temperatura acima da média no outono deve ser maior que o normal. Quando há período quente mais prolongado em maio após dias frios há a ocorrência do chamado veranico, mas não acontece todos os anos. 



O outono, em regra, possui três períodos. No primeiro, até o fim da primeira quinzena de abril, costumam prevalecer as marcas mais elevadas nos termômetros, com períodos esporádicos de calor mais forte. Na segunda metade de abril, se dá o segundo, quando a frequência de dias amenos ou frios aumenta e já podem ocorrer, dependendo do ano, algumas noites com geada. Esse período perdura até a metade de maio, quando tem início o terceiro, com características climáticas próximas daquelas observadas no inverno. 



É justamente na segunda quinzena de maio, apesar de o calendário ainda indicar outono, que começa o inverno climático, com temperatura média menor e aumento de dias com geada. 



São esperados alguns dias de frio, mas não será uma estação muito fria. Os gaúchos podem experimentar temperatura acima da média histórica. O Oeste e o Sudoeste têm uma maior propensão a alcançar temperatura média mais baixa nas mínimas, ou seja, um maior número de dias com madrugadas frias.

Queda brusca de temperatura



Uma mudança brusca de temperatura deve marcar o final de semana no RS. De

acordo com a MetSul Meteorologia, está prevista a chegada de uma massa de ar polar, a mais intensa do ano até agora. Ainda não será frio de inverno, mas várias cidades terão a menor temperatura de 2015. Entre hoje e domingo, as temperaturas poderão cair dos 37ºC para 10ºC. 



Hoje o tempo fica abafado e há riscos de pancadas de chuva, sobretudo, em áreas da Metade Sul e Oeste do Estado. A temperatura máxima deve oscilar entre 35ºC e 37ºC em pontos do Centro, Noroeste e da Grande Porto Alegre. No sábado, a frente fria irá cruzar o Estado, com previsão de chuva irregular e rajadas de vento.



O domingo terá predomínio de tempo seco, com baixas temperaturas ao amanhecer em todas as regiões. Em pontos do Leste, o vento que irá circular do mar em direção à costa carregando umidade e formando nuvens com chance de chuvisqueiros. As mínimas poderão ficar ao redor de 10ºC na Campanha, Serra e municípios em da Fronteira-Oeste. As mais baixas ficam em pontos altos da Serra.

 

Fonte: CP

Foto: Divulgação

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar