Mortandade de peixes no Piratini segue mobilizando a comunidade

 

Moradores de São Miguel das Missões seguem denunciando a mortandade de peixes no rio Piratini. As denúncias iniciaram na semana passada, no programa Aldeia Global da Rádio Sepé. Algumas pessoas também denunciaram que teria ocorrido derrubada de árvores nativas em determinados pontos do rio e que viram peixes mortos.

 

Em conversa com a reportagem da Rádio Sepé, um integrante do Departamento Municipal de Meio Ambiente de São Miguel das Missões (que não quis se identificar) confirmou ter visto cerca de 50 peixes mortos em trecho do rio Piratini próximo à ponte na Esquina Ezequiel. Ele comentou que havia forte mau cheiro e dentre os peixes mortos, viu lambaris e até um grande dourado.

 

“Eu visualizei na terça-feira depois de ser acionado pelo morador da Esquina Ezequiel, Luis Machado Martins. Chegando lá vi um cardume morto num determinado ponto. Registrei com a máquina, mas devido o lugar de difícil acesso acabei molhando o equipamento e o cartão de memória ficou danificado. Perdi os registros lamentavelmente.

 

Então acionamos a Polícia Ambiental que veio na quarta-feira. No entanto, na noite de terça para quarta-feira, teve uma forte chuva; o rio subiu cerca de dois metros; e acredito que isso fez com que os peixes mortos fossem levados pelas águas.

 

Isso dificultou o trabalho da Polícia Ambiental. Os peixes mortos foram encontrados num determinado ponto onde, talvez, tenha sido largado veneno ou sei lá o que possa ser e a água deve ter levado esses resíduos a outros pontos do rio Piratini. Penso que teve morte de alguns peixes, mas não foram muitos como dizem certos moradores. A dimensão dada é surreal”, observou o funcionário do Demam.

 

O QUE DIZ O PELOTÃO AMBIENTAL

 

O comandante do Pelotão Ambiental, tenente Luis Carlos Goulart Moura, disse que a polícia foi acionada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de São Miguel das Missões para verificar o caso. “Recebemos a informação do fiscal ambiental Samir que recebeu a denúncia de um morador da Esquina Ezequiel, chamado Luis Machado que teria encontrado mais de 50 peixes mortos.

 

Então efetuamos diligência na quarta-feira no rio Piratini. Ao chegarmos ao local encontramos apenas um peixe dourado em estado de decomposição, próximo à ponte. Ficamos até domingo fazendo diligências, em vários pontos do rio, inclusive na localidade de Coimbra, apontada como outro ponto onde havia peixes mortos, conforme relatou um ouvinte que ligou para rádio Sepé, na semana passada. No entanto, não verificamos nada. Estivemos ainda na localidade de Rincão dos Moraes, onde moradores também informaram terem sido localizados peixes mortos, mas nada foi encontrado”, afirmou.

 

Foto: Luis Strochoen/ Especial

Comentários   

 
+2 # paulo francisco cerv 10-02-2015 15:49
estava no fim de semana pescando no campestre ,uns 20 km para baixo da ezequiel, e vi dourados mortos de 5kg pra mais, e varios peixes pequenos, to achando muito estranho este silencio, deve haver gente grauda nesta mortandade, porque se fosse um simples pescador como eu e tivesse pego um dourado ,seria multado e preso.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # everson 13-02-2015 11:51
Com certeza ss autoridades competentes ja sabem que deve ser no minimo veneno e oque se ve por ai fepoid e o pescador que esta depredando..... tentando pegar um peixinho pra seu sustento precisamos respostas e nao estas que estao circulando nos meios de comunicação .
Quem ou oque e o responsavel.... .
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # everson 13-02-2015 11:52
Cade os respondaveis ..
????
Responder | Responder com citação | Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar