Servidores dos Correios paralisam atividades quinta e sexta no RS

 

 

Em assembleia realizada na noite desta quarta-feira, 28, os servidores dos Correios decidiram por paralisação nestas quinta, 29, e sexta-feira, 30. Eles alegam que a categoria está trabalhando no limite devido à falta de funcionários, por isso pedem abertura de concurso público e que as entregas de cartas sejam realizas pela manhã, quando a temperatura ambiente é mais amena.



O Sindicato dos Trabalhadores dos Correios no RS (Sintect/RS) marcou para a manhã de quinta-feira uma nova reunião. Por volta das 11h30min, os funcionários farão uma passeata para percorrer as ruas centrais de Porto Alegre até a sede da empresa na rua Siqueira Campos.



De acordo com o secretário-geral do Sintect/RS, Vitor Rittmann, os funcionários estão passando mal por causa do forte calor que ocorre na parte da tarde no RS. "Os carteiros querem trabalhar de manhã no verão, pelo menos, para fugir do calor da tarde. Em Brasília, isso funciona em 80% das agências", afirmou.

 

Rittmann também destaca que um carteiro passou mal em Alvorada e acabou morrendo. "A direção da empresa alega que a entrega pela manhã acarretaria no atraso das contas, mas isso já ocorre por problemas dos Correios que não tem a ver com a falta de funcionários", garantiu.

 


A diretoria do sindicato bate na tecla da falta de pessoal, o que acaba retardando as entregas. "No ano passado, cerca de 500 funcionários pediram demissão voluntária no Estado. Não temos concurso desde 2011", justifica o secretário-geral.

 

Foto: Divulgação

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar