Bandeira tarifária de janeiro é vermelha

 

 

 

 

 

Desde o dia 1º de ja­neiro de 2015, as ban­deiras passaram a valer em todos os estados onde vigoram. A bandeira tarifária para o mês de janeiro de 2015 é vermelha para os consumidores brasilei­ros – o que significa um acréscimo de R$ 3,00 a cada 100 quilowatts-ho­ra (kWh) consumidos – exceto para os estados do Amazonas, Amapá e Roraima.

 

SISTEMA DE BANDEIRAS

 

Pelo sistema de ban­deiras tarifárias, as co­res verde, amarela e vermelha indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade, para os quatro subsistemas do Sistema Interligado Na­cional (SIN).

 

Assim, o consumidor poderá identificar qual bandeira do mês e reagir a essa sinalização com o uso inteligente da ener­gia elétrica, sem desper­dício.  Para facilitar essacompreensão, 2013 e 2014 foram anos testes. Em caráter educativo, a ANEEL divulgou, mês a mês, as bandeiras tari­fárias que estariam em funcionamento nesse período.

 

Além disso, as dis­tribuidoras de energia comunicam, na conta de energia, a aplicação das bandeiras para suas re­giões.  Obtenha mais infor­mações em www.aneel. gov.br

 

AS CORES INDICAM

 

• Bandeira verde: condições favoráveis de geração de energia. A tarifa não sofre nenhum acréscimo;

• Bandeira amarela: condições de geração menos favoráveis. A ta­rifa sofre acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos;

• Bandeira vermelha: condições mais custo­sas de geração. A tarifa sobre acréscimo de R$ 3,00 para cada 100 kWh consumidos.

 

 

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar