Greve: Febraban dá dicas de como se virar sem os bancos

 

 

Os bancários iniciam hoje uma greve em 20 estados e no Distrito Federal. A categoria alega que se reuniu por oito vezes com a Federação Nacional dos Bancos e não chegou a nenhum acordo. Os trabalhadores reivindicam reajuste salarial de 12,5%. Os bancos oferecem 7,35%. A última paralisação dos bancários ocorreu entre setembro e outubro do ano passado e durou mais de 20 dias.

 

COMO SE VIRAR SEM OS SERVIÇOS DOS BANCOS

A Febraban recomenda o uso dos canais alternativos para a realização das transações financeiras, como caixas eletrônicos, internet banking, banco por telefone, correspondente e transferências eletrônicas de recursos via DOC ou TED.

 

Mobile banking

É preciso baixar o aplicativo da instituição no celular ou no tablet, a partir do site do banco ou de lojas virtuais. O serviço disponível varia conforme o banco e o relacionamento com o cliente, mas, em geral, permite pagar contas, consultar saldos, extratos e contas de investimentos e pagar títulos (boletos) via débito direto autorizado.

 

Por telefone

Os serviços de atendimento telefônico dos bancos não devem ser afetados pela paralisação. Pelo telefone, o cliente pode consultar saldo e fatura do cartão de crédito e pagar contas essenciais (água, luz, telefone e gás), imposto e taxas.

 

Saque nos caixas eletrônicos

Não há previsão de aumento do limite diário para saques por conta da paralisação. Os saques noturnos são limitados a R$ 300 nos caixas eletrônicos dentro das agências. O valor para retirada durante o dia varia por instituição financeira.

 

Internet banking

Pela internet, os clientes podem fazer consultas de saldo, extratos e investimentos, pagamentos de contas em geral, transferências de recursos (DOC e TED), solicitação de talão de cheques, pedido de empréstimos e recarga de celular.

 

Correspondentes

Estão espalhados por todo o país em supermercados, casas lotéricas e Correios. As casas lotéricas, por exemplo, funcionam durante o horário comercial.

 

Salários e benefícios

Caso a agência do cliente esteja fechada, pode se dirigir a casas lotéricas e Correios. O ideal é o correntista verificar no site do seu banco o endereço dos correspondentes credenciados, assim como os serviços habilitados. Nas casas lotéricas, por exemplo, é possível sacar dinheiro e benefícios, como o Bolsa Família, INSS, FGTS, seguro-desemprego e PIS.

 

Caixas eletrônicos

Dentro de agências, funcionam até as 22h. Em locais de grande circulação, como em lojas de conveniência, funcionam por 24 horas. Nos terminais automáticos, é possível fazer agendamento e pagamento de contas, saques, depósitos, retirada de folhas de cheque, consulta de saldo e extratos, transferências, retirada de benefícios (INSS, PIS, abono salarial, FGTS). Alguns também oferecem contratação de empréstimos pessoais, resgate de investimentos, bloqueio de cartão e solicitação de débito automático.

 

 

Foto: Danton Mousquer/AT

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar