Àrea particular que havia sido invadida por 54 famílias é descupada

 

 

A área particular que havia sido invadida por 54 famílias no Bairro Leonel Brizola, foi desocupada na manhã desta quinta-feira, 25. O local de 7 mil m² que estava ocupado à 15 dias pertence ao empresário José Odilon. A Secretaria de Habitação de Santo Ângelo deverá encontrar uma solução para as famílias que foram convidadas a se retirar do local através de reintegração de posse concedida pelo Judiciário.

 

O secretário André Marques, adianta que uma equipe técnica da pasta esteve fazendo o cadastro de todas as famílias para enquadramento de programa habitacional do Município. "Ouvimos as reivindicações dos invasores para preenchimento do cadastro. Neste momento, o processo se encontra em análise social e as famílias que se enquadrarem nas normas da lei, entre as quais que tenham renda de até três salários mínimos; que nunca foram beneficiadas em algum projeto habitacional do Estado, Município ou União; e que sejam moradores efetivos de Santo Ângelo", afirma.

 

Segundo André, dentro de um estudo social, é prioridade do governo municipal implantar programas de moradias populares, onde essas famílias que ocuparam a área do bairro serão contempladas. "A Secretaria de Habitação não medirá esforços para solucionar o problema com aval do gestor público", reforça o Secretário. 

 

 

VERSÃO

 

Um dos moradores que teve que desocupar a área foi Almir Rogério, 28 anos, casado e pai de três filhos, todos menores de idade. Ele afirma que cerca de 200 pessoas, das quais aproximadamente 30 crianças, se encontravam no local há cerca de duas semanas.

 

As casas de madeira construídas na área tiveram de ser totalmente retiradas. "Teremos que conviver com os familiares ou locar imóveis e pagar aluguel", lamenta. Ele adianta, contudo, que as famílias não se encontram inscritas em qualquer programa habitacional.

 

 

Foto: Rogério Sartori/AT

 

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar