Reinauguradas as instalações do Núcleo de Arqueologia

 

 

 

 

Foram reinauguradas na última segunda-feira, 22, as instalações do Núcleo de Arqueologia de Santo Ângelo (NArq). A estrutura, que está localizada em anexo ao Museu Municipal Doutor José Olavo Machado, passou por uma ampla readequação.

 

Além da reforma nas instalações, o NArq recebeu novos equipamentos e mobiliários. Para a remodelação foram investidos R$ 35 mil. A destinação da verba está estabelecida em um Termo de Destinação de Valores com Encargos, firmado entre a Prefeitura de Santo Ângelo e o Ministério Público Federal (MPF), em setembro de 2013.

 

COMPROMISSO DO MPF

Durante a solenidade, o procurador da República em Santo Ângelo, Osmar Veronese, afirmou que o aporte financeiro destinado pelo MPF ao município é oriundo de um Compromisso de Ajustamento de Conduta firmado entre o MPF e a concessionária Brasil Telecom.

 

Veronese disse ainda que esta é uma maneira de devolver algo à comunidade que é dela. “Esta é uma forma de compensar o município e a região por serviços que deveriam ser realizados por concessionárias públicas e acabam não sendo prestados”, afirmou.

 

Já o prefeito de Santo Ângelo, Valdir Andres, ressaltou a importância das obras para o bom andamento das atividades do NArq e para a melhoria dos condições de trabalho dos funcionários que atuam no órgão.

 

Andres acrescentou que os trabalhos do NArq são imprescindíveis para a preservação da história do município.

 

VALORIZAÇÃO

De acordo com o secretário de Turismo, Marcos Mattos, Santo Ângelo é um dos poucos municípios do Brasil a manter um Núcleo de Arqueologia em pleno funcionamento.

 

Mattos salientou que o NArq acompanhará os trabalhos do projeto de Valorização do Parque Histórico Nacional das Missões Jesuíticas dos Guaranis, que receberá investimentos de R$ 3,7 milhões.

 

Finalizando, Mattos afirmou que com estas novas pesquisas a região terá mais informações sobre a história e com certeza uma divulgação mais ampla das Missões. Os trabalhos do NArq são coordenados pela arqueóloga Raquel Rech.

 

 

 Foto: Vanessa Nöthen/AI Prefeitura de Santo Ângelo

 

 

 

 

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar