Agência Florestal distribui cinco mil mudas para seis municípios

 

 

 

 

A Agência Florestal Regional de Santo Ângelo estará fazendo nesta sexta-feira, às 9 horas, na sede do órgão, a distribuição de cerca de cinco mil mudas de árvores nativas que beneficiarão seis municípios da sua área de atuação: Cerro Largo, Chiapetta, Nova Ramada, Sete de Setembro, Entre-Ijuís e Augusto Pestana. A agência que é vinculada à Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) e chefiada pelo engenheiro agrônomo Francisco Trevizan, tem abrangência em 23 municípios.

 

O repasse dessas mudas, explica Francisco, faz parte da 11ª edição da campanha “Plante Árvores Nobres”através de uma parceria da Sema, por meio do Departamento de Florestas e Áreas Protegidas (Defap) com a Rio Grande Energia (RGE). O agrônomo explica que quem disponibiliza as mudas é a empresa concessionária para recomposição e compensação florestal no manejo que é feito periodicamente na faixa de servidão onde passa a rede de abastecimento de energia elétrica. São 13 espécies nativas entre outras, calcula. As mudas são adquiridas pela própria RGE.

 

As mudas são repassadas mediantes projetos que foram encaminhados pelas Prefeituras e aprovados pela agência florestal e devem ser plantadas nas propriedades rurais e nascentes de rios ou arroios com acompanhamento técnico de cada administração municipal Francisco diz que tem certeza que essas árvores serão cultivadas adequadamente “e teremos a informação periódica posteriormente através de laudos emitidos pelos técnicos ambientais das Prefeituras contempladas”, salienta.

  

Ele ressalva, contudo, que neste ato de hoje não serão entregues mudas para particulares. “Mas deveremos tentar disponibilizar mudas para moradores interessados em outras datas”, adianta. Ele esclarece que essas mudas não são espécies adequadas para o plantio em perímetro urbano, uma vez que tratam-se de árvores de grande porte, justifica o agrônomo.

 

50 MIL MUDAS EM 11 ANOS 

Este projeto vigora no RS desde 2003 quando já foram distribuídas 372 mil mudas. Francisco estima que neste período a agência florestal de Santo Ângelo deve ter repassados em torno de 50 mil mudas na região. Apenas neste ano serão 5 mil, reforça. Para ele, esse número ainda representa muito pouco. “O que importa ao órgão e à situação atual do meio ambiente do Estado é o efeito multiplicativo dessas mudas, porque se tornarão futuramente matrizes que farão o repovoamento natural ou servirão como porta-sementes que poderão ser coletadas para produção em viveiros”, destaca.

 

Além de Francisco Trevizan, a agência florestal da Capital das Missões situada na Rua Sete de Setembro, 899, centro da cidade, o quadro funcional é formado ainda pelos agentes administrativos Gerson Ferrazza e Ariosto Zuchetto, assessora jurídica Dieny Paluchowski e estagiária Carol, que também estão engajados nesta iniciativa da Sema.

 

 

Foto: Danton Mousquer/AT

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar