Proibida colocação de cavaletes em rótulas e esquinas

 

Em reunião realiza­da na semana passada, no prédio do Fórum de Santo Ângelo com os pre­sidentes e representan­tes de partidos políticos, o juiz da 45ª Zona Elei­toral, Carlos Adriano da Silva, anunciou que está expressamente proibida a colocação de cavaletes com propaganda política em rótulas e nas esqui­nas das vias a fim de não atrapalharem o fluxo de veículos no trânsito.

 

Neste encontro foram prestados esclarecimen­tos sobre as regras que devem ser obedecidas perante à legislação elei­toral neste período que antecede o pleito marca­do para 5 de outubro. Acompanhado do pro­motor eleitoral Helder Müller Estivalete e che­fe do Cartório Eleitoral, Marivane Gonçalves Me­deiros, o magistrado res­salvou que a liberação do cavalete contendo propa­ganda dos candidatos a cargo eletivo é permitido pela lei, porém com algu­mas restrições.

 

HORÁRIO

O horário de instala­ção desse material é das 6 até às 22 horas. É obriga­tório o seu recolhimento após esse horário limite, observa Helder. Também deve ser evi­tada a instalação de cava­letes na região do Calça­dão da rua 25 de Julho e em praças públicas, po­rém é permitida nos can­teiros centrais das ruas e avenidas, desde que não cause transtornos à mo­bilidade urbana, acres­centa Marivane.

 

Nos bandeiraços, ob­serva Carlos, os dire­tórios partidários deve marcar datas para evitar coincidências de realiza­ções nos mesmos locais e horários, através de pro­gramação para o Cartório Eleitoral para fins de avalia­ção, alerta Marivane. Es­ses manifestos possuem três locais estratégicos: na Esquina Democráti­ca (Avenida Brasil com a Marquês do Herval); Marechal com a Brasil; e a via do Calçadão com a Marquês.

 

 

 Foto: Danton Mousquer/AT

 

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar