Software de R$ 3,5 mi que ajudou no tetra alemão será usado pelo Grêmio

 

O Grêmio tem um novo reforço prestes a ser apresentado. Não é jogador, mas custou dinheiro e promete revolucionar a gestão e o futebol do clube. Está marcado para esta quinta-feira um evento para divulgar os detalhes da aquisição de um software, usado inclusive pela Alemanha na preparação para a Copa do Mundo, da qual se sagrou tetracampeã. O Tricolor será o primeiro clube da América Latina a contar com essa tecnologia de sistematização de dados.

 

Apenas o Palmeiras trabalha com um programa semelhante ao que será adotado pelos gaúchos. No entanto, o utilizado pelo Verdão não é tão completo quanto à tecnologia Hana (High-Performance Analytic Applianceo) da alemã SAP. O valor do mercado da base de dados, que também é utilizada pelo Hoffenheim, gira em torno de R$ 3,5 milhões. Mas fontes ligadas ao Grêmio garantem que o custo foi bem menor para o clube.

 

São dois blocos de software. Um é administrativo, voltado para a gestão e já utilizado por corporações empresariais. O outro serve de base para estatísticas e acompanhamento de jogos e treinos. Quanto à base de dados para estatísticas,  há o "Team performance", que pode ser utilizado em treinos, jogos, ou na gestão dos jogadores, como contratos, investimentos e gestão de plantel.

 

Durante os jogos, a tecnologia processa informações em tempo real, o que auxilia a análise do adversário no transcorrer das partidas. Apresenta quantos quilômetros cada jogador está percorrendo e por onde os times estão atuando. O auxiliar técnico pode acompanhar os dados e passar dicas ao treinador.

 

CHIPS NOS TREINOS E MICROMOVIMENTOS

Durante os treinamentos, serão colocados chips nos jogadores, que vão captar até os menores movimentos, características e gravar vários aspectos dos atletas. A parte de preparação física também é beneficiada. Há ainda o banco de dados de observação de jogadores de outros times, como contratos, características, para aprimorar futuras contratações.

 

Antes das partidas, a comissão técnica tem como projetar a movimentação dos jogadores adversários e simular lances de partida. Há dados gravados sobre os rivais e que servem para simular possíveis jogadas e detectar pontos defeituosos dos adversários.

 

Em relação à gestão administrativa, o software faz o controle de estoque, de pessoal, de contratos, de orçamentos do clube. Gera relatórios completos. Também pode projetar cenários financeiros para o clube e indicar o quanto precisa arrecadar para ter fluxo de caixa em dia. Indica, por exemplo, quantos jogadores precisaram ser vendidos para cobrir as despesas. A ideia é profissionalizar e simplificar a administração do time, com dados confiáveis.

 

 

 

Foto: SporTV

Fonte: Globo Esporte

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar