Um empate heroico na Serra Gaúcha


 

Ao impor um poder de reação, o Santo Ân­gelo conseguiu empatar em dois gols com o Bra­sil em sua estreia na 2ª fase da Divisão de Acesso pelo placar de 2 a 1 em partida disputada ontem à noite, no estádio das Castanheiras, em Farrou­pilha e marcada pela dis­tribuição de um festival de cartões amarelos. O time missioneiro chegou a estar com dois gols em desvantagem.

 

O técnico do Santo Ânge­lo, Zica Pagliarini, apos­tou iniciar a partida com a mesma escalação da partida anterior. O Brasil começou o primeiro tem­po jogando no ataque, uma vez que só a vitória lhe interessava.

O confronto nos minutos iniciais se manteve equi­librado, apesar da equipe da Serra Gaúcha priorizar mais a posse da bola, mas não conseguia finalizar a gol. Em contrapartida, o Santo Ângelo neutra­lizava as raras jogadas de ataque do adversário, com um bom posicio­namento dos atletas em campo, impedindo que o Brasil abrisse o placar.

 

A chance mais viva de gol nesta etapa inicial foi criada pelo Santo Ân­gelo através do atacante Rafinha, mas o escore se manteve em branco até o seu final. No intervalo do confron­to, o técnico do Brasil, Rodrigo Bandeira, decidiu fazer duas mudanças na equipe, entrando Luciano no lugar de Márcio Nunes e Robert que substituiu o meia Anderson Ijuí, ten­tando impor um sistema mais ofensivo, mas com cuidados na defesa.

 

Mesmo assim, as opções de Rodrigo não surtiram o resultado esperado, pois o time da Capital das Missões continuava desenvolvendo um bom futebol, uma vez que do­minava o jogo. E em uma cobrança de falta, pró­xima à meta do goleiro Matheus, do Brasil, Padel desperdiçou a oportuni­dade de assinalar o pri­meiro gol do Santo Ân­gelo.

 

O time missioneiro es­tava melhor em campo, mas em uma falha do goleiro Diego o zagueiro Luciano abriu o marcador para o Brasil aos 28 minu­tos e 40 segundos: 1 a 0. O primeiro gol da equipe de Farroupilha desestabili­zou o Santo Ângelo e aos 35 minutos na cobrança de uma penalidade má­xima, o lateral esquerdo Brida ampliou o placar.

 

Aos 38 minutos, o ata­cante Anderson Grafite descontou para a equipe comandada por Zica. O Brasil teve ainda a opor­tunidade de fazer o seu terceiro gol. Porém, aos 44 minutos, novamen­te Grafite conseguiu um empate heróico para o Santo Ângelo.

 

A arbitragem esteve a cargo de Cleiton Pache auxiliado por Maicon Fer­nando da Silva e Johna­tan Ceconi. Foram distri­buídos cartões amarelos para Márcio Nunes, Brida, Gabriel, Márcio Tinga e Spessato do Brasil; Igor, Diego, Lucas Lima, Jesum e Rafinha do Santo Ânge­lo.

 

JOGO TRANSFERIDO

 

O próximo compromisso do time missioneiro foi transferido de sábado, dia 9, para segunda-feira, dia 11, às 20 horas, no está­dio da Zona Sul, contra o Glória de Vacaria, pela se­gunda rodada da segunda fase da competição.

 

Foto: Banco de Dados/AT

Comentários   

 
0 # edson conrado 10-05-2015 01:51
moro em MANAUS, qdo não escuto pelo radio acompanho atraves do jornal, gostaria de ver o SER SANGELO, na primeira, como estou muito tempo morado aqui em Manaus, não lenbro da ultima vez que esteve na primeira, quado morava fico na torcida pela volta. ate breve...
Responder | Responder com citação | Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar