'Recusado' por três técnicos, presidente do Inter reclama de 'notícias lançadas'

 

Abel Braga disse que não seguirá, Vanderlei Luxemburgo falou em sondagem do Internacional, mas prefere a permanência e Tite confirmou que foi procurado pelo clube gaúcho e acabou assinando com o Corinthians. Em meio a mistério e recusas, o time colorado ainda não sabe quem será seu técnico em 2015.

 

O assunto logo se tornou destaque na entrevista de apresentação de Luis Fernando Costa como novo vice-presidente de futebol. Logo na primeira pergunta, o novo dirigente do Inter teve de responder sobre a recusa dos treinadores em comandar a equipe na próxima temporada.

 

"Não conversei com ninguém. Estou montando minha equipe de trabalho. Não falei em nomes, mas estamos efetivamente trabalhando. Não descartamos ninguém, mas só falamos em nomes após as contratações. Teremos uma reunião amanhã (quarta) para fazer a transição entre diretorias", declarou Costa.

 

Já o presidente recém-eleito do clube, Vitorio Piffero, reclamou de boatos que ganharam grande repercussão sobre a busca da equipe colorada por um novo técnico. "Eu cumpri a campanha eleitoral da mesma maneira que os que me conhecem dos quatro anos de vice e como presidente: eu cumpri sem citar nomes de profissionais.

 

Lamentavelmente, nas redes sociais, surgiram uma série de nomes vinculados a nós. Alguns tomaram uma conta tão grande que eu me obriguei a desmentir. Não gostei de ter que fazer isso. Mas para o bem da verdade eu tive que fazer", disse. "Mas isso passou ,eu quero dizer que a partir do momento que eu convidei o Luis Fernando, a partir do momento que ele assinou, ele é o vice presidente e ele é que vai encarregar de fazer contatos necessários. Estaremos em conjunto a partir deste momento", completou Piffero.

 

"O fato de terceiros, nem ele, nem eu, lançarem noticias... Vocês conhecem o negócio, sabem como é o futebol. É importante que o torcedor e vocês aguardem um comunicado oficial do clube. Vocês vivem, também de eventuais boatos, se vive disso, não é uma crítica. Faz parte da função de vocês, não da nossa. O torcedor deve aguardar o comunicado oficial do clube, enquanto isso ele se diverte com os meios jornalísticos para chegar perto de uma verdade."

 

 

Foto: Getty

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar