Inter inaugura espaço para homenagear Fernandão

 

 

 

 

Seis meses após a morte de Fernandão, o Inter inaugurou nesta sexta-feira um novo espaço para lembrar o ídolo. O Memorial informal, criado pelo torcedor ainda no dia do acidente que vitimou o eterno capitão, foi transferido para o portão 3 do estádio Beira-Rio. 



As inumeras mensagens deixadas por colorados saudosos viraram imagens que formaram um grande painel, iluminado com lampadas de LED. O Inter organizou um espaço com a cronologia de conquistas do clube desde a chegada de Fernandão.



O evento contou com as presenças da esposa de Fernandão, Fernanda, e dos filhos Enzo e Eloa. Alem deles, ex-jogadores ilustes como Caçapava, Larry e Fabiano estiveram presentes na cerimonia que teve o descerramento da camisa e das chuteiras usadas por Fernandão no Mundial de Clubes.



Fernanda relatou que o marido nunca soube a real dimensão da idolatria que tinha no Inter. "Não espera que fosse ser tudo que foi. Eu saio na rua, e quando as pessoas ficam sabendo quem eu sou, elas começam a chorar. Fazem seis meses e as pessoas continuam emocionadas com o Fernandão. Fico feliz que ele tenha passado como ele era. Acho que ele não tinha noção desta idolatria. Quando voltamos do Mundial, estávamos deitados num sofá e uma pessoa entrou na nossa casa e disse que queria tocar nele", disse.  



O presidente Giovanni Luigi destacou o relacionamento que teve com Fernandão na época em que o camisa 9 atuava no Inter. "Convivi oito anos com ele e foi o único jogador com quem desenvolvi uma relação de amizade", comentou antes de confirmar que no dia 17 será inaugurada a estátua do ídolo colorado. 

 

Foto: Internacional

Fonte: CP

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar