Grêmio repete campanha de 2013, mas situação na tabela é bem pior

 

Após 35 jogos, o Grêmio soma 60 pontos, conquistados com 17 vitórias, nove empates e nove derrotas. A campanha é exatamente a mesma no mesmo período do último Campeonato Brasileiro. Contudo, em 2013, a equipe estava na vice-liderança do torneio, enquanto agora ocupa somente a sexta posição e está em situação difícil na luta por uma vaga no G-4.

 

o ano passado, após a 35ª rodada, a briga pela Libertadores era mais forte entre Grêmio (60 pontos), Goiás (59), Atlético-PR (58) e Botafogo (57). Ao final do Brasileiro, o time gaúcho foi vice-campeão com 65 pontos, enquanto as vagas restantes para o torneio continental ficaram com Atlético-PR e Botafogo.

 

Neste ano, a briga está muito acirrada, O São Paulo é vice-líder com 66 pontos e é o único com remotas chances de título. Corinthians, com 63 pontos, e Atlético-MG, com 61, compõem o G-4. Internacional e Grêmio, com 60 pontos, e Fluminense, com 57, ainda sonham com uma vaga na Libertadores.

 

"Tem nove pontos a disputar. E tendo nove pontos a disputar vamos atrás dos nove pontos", disse Felipão após a derrota contra o Cruzeiro. O próximo compromisso é contra o Corinthians, no domingo, em São Paulo.

 

‘Retranqueiro' Renato Gaúcho tinha números melhores no ataque

Assim como Felipão, Renato Gaúcho, técnico do Grêmio em 2013, era criticado por escalar o time de forma defensiva e vencer grande parte dos jogos por 1 a 0, jogando de forma pouco vistosa. Porém, na comparação daquele time com este comandando por Felipão, o do ano passado pode se dizer mais ofensivo.

 

Após 35 jogos, o Grêmio de 2013 somava 40 gols marcados, contra 35 do time atual dirigido por Felipão. Na defesa contudo, o ex-treinador da seleção brasileira leva vantagem, já que sofreu apenas 21 gols, contra 34 da equipe no mesmo período da edição anterior do torneio nacional.

 

Foto: Gazeta Press

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar