Grêmio entra com recurso e pede novo julgamento do 'caso Petros'

 

Parte interessada no julgamento do meia Petros, do Corinthians, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o Grêmio, ao lado da Procuradoria da Justiça Desportiva, recorreu da decisão do tribunal em absolver o clube paulista nesta quinta-feira, 30, e pediu uma nova sessão, desta vez no Pleno.

 

Na segunda-feira, o STJD decidiu por unanimidade inocentar o clube sobre irregularidades na inscrição do jogador. Petros foi registrado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) um dia antes do contrato entrar em vigor, no dia 2 de agosto. Com isso, o atleta só estaria liberado para atuar no próximo dia útil, 4 de outubro, o que inviabilizaria sua participação em uma partida contra o Coritiba.

 

Caso fosse punido, o clube poderia receber multa e ainda perder quatro pontos na tabela do Campeonato Brasileiro. Atual quinto colocado na competição, o clube briga por uma vaga na próxima Libertadores, assim como Grêmio e Internacional, que entraram como parte interessada no processo.

 

O recurso aplicado pela Procuradoria e pelo Grêmio foi aceito pelo tribunal, que fará um novo julgamento, em última instância e em data ainda não definida. No julgamento anterior, apenas a Federação Paulista de Futebol e a CBF foram punidas com multa, pelo erro no registro do atleta.

 

Foto: Divulgação

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar