Felipão vai para o STJD e pode ficar fora por 12 partidas

 

 

 

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva vai julgar nesta sexta-feira o técnico Luiz Felipe Scolari, depois de ter sido expulso no jogo contra o São Paulo, na 26ª rodada do Brasileiro. O gancho pode chegar a 12 partidas, o que deixaria o treinador fora até o final desta temporada. Ele foi denunciado no artigo 258 do CBJD, por "assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código".

 

Apesar do artigo prever até seis jogos de suspensão, o técnico do Grêmio foi denunciado por dupla indisciplina, o que pode dobrar a sua punição - por isso pode chegar a 12 duelos.

 

Segundo a súmula do árbitro do duelo, Felipe Gomes da Silva, a expulsão do ex-comandante da seleção se deu pelos gestos "acintosos" ao reclamar das suas decisões. O juiz registrou também, ainda de acordo com o documento, uma discussão do técnico com o quarto árbitro, com dedo em riste, dizendo: "vocês não prestam pra nada. Vocês não prestam pra nada".

 

Como o julgamento desta sexta será em primeira instância, ainda caberá recurso para a jurídico do clube. Além de defender seu treinador, o Grêmio também terá de argumentar com os auditores para não ser multado. Além de correr o risco de ter de pagar pelo episódio com Felipão, o time foi denunciado por causa de sua torcida, que atacou um frasco plástico com 30 ml de medicamento Afrin. 

 

 

Foto: FRIEDEMANN VOGEL/GETTY IMAGES

 

 

 

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar